A complexa Química do glitter

Algum de vocês já pensou como algo tão simples é feito? Melhor, como se dá a sua constituição? Se pesquisarem em sites em português não encontrarão nada sobre esta fescurinha biba utilidade chamado glitter. Então trago para vocês um artigo  norte-americano interessante (ou não) sobre esse “pózinho” tão conhecido por nós quando crianças.

Primeiramente, vide esta imagem super máscula:

Via mundoencantado.info

Notou algo diferente? Isso caro leitor, essa imagem contém um efeito de glíter (ou glitter em inglês), o qual é uma variedade de pequenos (cerca de 1 mm ²) pedaços de plásticos copolímero, folha de alumínio, dióxido de titânio, óxidos de ferro, oxicloreto de bismuto ou outros materiais pintados em metálico, cores neon e iridescente para refletir a luz em um espectro espumante. Glitter normalmente é vendido e armazenado em cilindros de algo semelhante a saleiros, que têm aberturas que controlam o fluxo deste componente artístico. Estes depósitos podem conter uma ou várias cores. Pode ser permanentemente aplicados com cola forte, ou temporariamente aplicado com outros materiais pegajosos, como maquiagem. Não deve ser confundido com confetes, que contém peças maiores, e também não deve ser confundido com lantejoulas, que são maiores ainda.

Uma imagem mais real do glitter | Via wikimedia.org

Glitter é usado em projetos de artesanato, especialmente para as crianças, por causa do efeitos brilhante que pode ser conseguido com relativa facilidade. Desse modo, seu uso é interessante como um elemento de decoração, e pode ser adicionado às borrachas e plásticos. Também é frequentemente colocado em produtos cosméticos, como gloss e sombra. Cosméticos brilhantes são populares entre os jovens, (meninas que o digam!) mas também são usados pelos adultos ou “adultas” como drag queens (acompanhado de purpurina) e etc.

Ui! | Via odt.co.nz

Foi inventado por Henry Ruschmann, provavelmente em 1934 ou após a Segunda Guerra Mundial.

[fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Glitter (em inglês)]

Observação: este artigo não é homofóbico. Respeito as opções sexuais de cada um😀

Sobre Davidson Lima

Adorador de nuvens, músico, protótipo de humorista, fã do seriado The Big Bang Theory e montador de cubos mágicos, sou eu, um Técnico em Química e graduando em Engenharia Química pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Mas vou além. Não preciso de Red Bull para que meus sonhos criem asas. Só isso mesmo.
Esse post foi publicado em ▪ Curiosidades Químicas e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s