Resolução de questões aleatórias #7 – cálculo estequiométrico (obtenção de produtos)

via overstock.com

Vocês devem estar acostumados a calcular a massa de tal reagente necessária para produzir determinado composto. A questão que resolvo abaixo se trata do oposto: dada a massa do reagente, pede-se a massa do produto. A respondi de modo detalhado pois a usuária do Yahoo! Respostas que pediu auxílio enfrenta grandes dificuldades em química. Essa é uma boa oportunidade para compreender conceitos simples, explicados passo a passo.

Questão #7.1

Utilizando 148 g de hidróxido de cálcio, Ca(OH)2, a massa obtida de CaCl2, segundo a equação balanceada, é?

HCl(aq) + Ca(OH)2 → CaCl2(aq) + H2O

Dados:
Ca: 40 g/mol
Cl: 35,5 g/mol
O: 16 g/mol
H: 1 g/mol

Resolução

Indo direto ao ponto: balancear uma reação significa fazer com que haja o mesmo número de átomos tanto nos reagentes (lado esquerdo da seta) quanto nos produtos (lado direito da seta).

Por exemplo, imagine a reação que origina água: H2(g) + O2(g) → H2O(l)

Está balanceada? Não. Pois há dois oxigênios de um lado e um único do outro. Multiplicando a molécula de água por dois e o hidrogênio por dois, vem:

2(H2) + 1(O2) → 2(H2O)

Apenas coloquei parênteses para uma melhor observação. Viu? Temos o mesmo número de hidrogênios e oxigênios em ambos os lados da reação. O mesmo princípio pode ser aplicado às outras. No caso, para a de cima, o balanceamento dela resulta em:

2 HCl(aq) + Ca(OH)2 → CaCl2(aq) + 2 H2O

onde “aq” significa “em meio aquoso”.

Agora vamos à questão. Ela pede a massa de CaCl2 obtida. Quer uma boa dica? Regra de três resolve grande parte dos cálculos estequiométricos. Basta pensar, por exemplo: se 10 gramas de fulano gera 20 gramas de ciclano, 30 gramas de fulano gerará…? 

10 g de fulano — 20 g ciclano
30 g de fulano — x

multiplicando cruzado, vem:

10x = 20 . 30
10x = 600
x = 600/10 = 60 g de ciclano

A mesma ideia pode ser aplicada no que queremos. Se a massa final de Ca(OH)2 é de 148 g, e pede-se a massa de CaCl2 obtida, temos de partir das massas de Ca(OH)2 e CaCl2 da reação primordial, que é a oferecida no enunciado:

2 HCl(aq) + Ca(OH)2 → CaCl2(aq) + 2 H2O

Para isso, primeiro calculamos a massa molar ou massa molecular (somatório das massas de cada átomo) de cada espécie de nosso interesse:

MCa(OH)2 = massa molar do Ca(OH)2 = 40 + 2 . (16 + 1) = 74 g/mol
MCaCl2 = massa molar do CaCl= 40 + 2 . 35,5 = 111 g/mol

Mas lembre-se que:

número de moles (quantidade de matéria) = massa / massa molar, isto é

……m
n =.
……M

portanto

m = n . M

lembrando que número de moles é o número que antecede cada molécula na reação. Disso, vem:

mCa(OH)2 = massa de Ca(OH2) = 1 . 74 = 74 g
mCaCl2 = massa de CaCl2 = 1 . 111 = 111 g

Finalmente, a regra de três.

..74 g de Ca(OH2) — 111 g de CaCl2
148 g de Ca(OH2) — x

74x = 111 . 148
74x = 16428
x = 16428/74 = 222 g de CaCl2

Portanto, utilizando 148 g de hidróxido de cálcio, Ca(OH)2, a massa obtida de CaCl2, segundo a equação balanceada, é de 222 g.

– – –

Outra questão:

Questão #7.2

O ácido fosfórico usado nos refrigerantes do tipo “cola” é possível causador da osteoporose e pode ser formado a partir da equação balanceada:

Ca3(PO4)2 + H2SO4 à H3PO4 + CaSO4

Partindo-se de 62 g de Ca3(Po4)2 e usando-se quantidade suficiente de H2SO4, qual é, em gramas, a massa aproximada de H3PO4 obtida?

a) 19 
b) 25
c) 39
d) 45
e) 51

Resolução

Por quantidade suficiente, entende-se a quantidade ideal em proporção. Então fazemos regra de três aqui também! Ocorre uma reação de dupla troca:

Ca3(PO4)2 + H2SO4 →  H3PO4 + CaSO4

Balanceando, vem:

Ca3(PO4)2 + 3 H2SO4 →  2 H3PO4 + 3 CaSO4

Como a questão relaciona Ca3(PO4)2 com H3PO4, temos de calcular a massa molar deles e efetuar a regra de três.

MCa3(PO4)2 = massa molar do Ca3(PO4)2 = 3.40 + 2 (31 + 4.16) = 310 g/mol
MH3PO4 = massa molar do H3PO4 = 3.1 + 31 + 4.16 = 98 g/mol

Como vimos, se n = m/M, a massa é dada por m = n . M, onde n é o número de moles (quantidade de matéria), que é o número que antecede a molécula (por exemplo, 2 H2O tem 2 moles).

mCa3(PO4)2 = massa de Ca3(PO4)2 = 1.310 = 310 g
mH3PO4 = massa de H3PO4 = 2.98 = 196 g

Finalmente, vem:

310 g de Ca3(PO4)2 — 196 g de H3PO4
62 g de Ca3(PO4)2 — x

x = 62.196/310 = 39 g de H3PO4, alternativa C.

Perguntas originais: http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20120721061010AAvXYNn http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20120714212358AATgZUg

Sobre Davidson Lima

Adorador de nuvens, músico, protótipo de humorista, fã do seriado The Big Bang Theory e montador de cubos mágicos, sou eu, um Técnico em Química e graduando em Engenharia Química pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Mas vou além. Não preciso de Red Bull para que meus sonhos criem asas. Só isso mesmo.
Esse post foi publicado em ▪ Dicas pra estudar, Vestibular e marcado , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Resolução de questões aleatórias #7 – cálculo estequiométrico (obtenção de produtos)

  1. ADRIELLE disse:

    Oi,adorei o seu blog e sua explicação detalhada sobre “Cálculo Estequiométrico”. Está sendo de grande ajuda nos meus estudos,valeu mano (:

  2. Pingback: Resolução de questões aleatórias #15 – Reagente limitante e reagente em excesso (2) | Química do Son

  3. Pingback: Resolução de questões aleatórias #17 – Concentração de íons | Química do Son

  4. Key disse:

    Parabéns, bem explicativo !

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s